VERSÍCULOS DA BIBLIA

CONDENADO POR PUBLICAR SUA FÉ

Pastor iraniano, condenado por sua fé em Cristo, volta à prisão


O pastor Behnam Irani é líder da Igreja do Irã em Karaj. Foi preso em dezembro de 2006 e condenado em 2011 a seis anos de prisão sob a acusação de “agir contra o Estado” e “ação contra a ordem”

No dia 17 de junho, a Portas Abertas noticiou que o pastor Behnam Irani, detido desde maio de 2011, havia sido agredido e transferido para um local desconhecido. Esta semana, chegaram informações de que ele retornou à prisão Ghezal Hesar, no Irã.

O pastor ficou dias desaparecido, até que, em 23 de junho, retornou à sua cela na prisão Ghezal Hesar. Outros prisioneiros revelaram que ele foi agredido por oficiais da inteligência nas primeiras horas do dia 7 de junho, após se opor a responder à convocação irregular do juiz Mohammad Yari, da 6ª Vara do Tribunal Revolucionário.

Depois de agredido, ele foi levado à força ao juiz que o acusou de estar se comunicando com a mídia. Segundo informações da organização Christian Solidarity Worldwide (CSW), Irani foi transferido para um centro de detenção e mantido em confinamento solitário, sendo interrogado cinco vezes por quatro horas cada vez. Ele foi alertado de que se não obedecesse receberia uma sentença maior e permaneceria na prisão por um longo tempo.

Duas semanas antes da agressão, as autoridades confiscaram sua bíblia e literaturas cristãs que possuía.

Prisão, condenação e torturas

O pastor Behnam Irani foi preso inicialmente em dezembro de 2006, e sentenciado em 2011 a seis anos de prisão por “ação contra o Estado” e “ação contra a ordem”.

Durante seus primeiros meses na prisão Ghezal Hesar, o pastor foi mantido incomunicável numa pequena cela, onde guardas repetidamente o acordavam do sono como forma de tortura psicológica. Ele foi mudado para uma cela estreita em que os detentos não conseguiam se deitar para dormir, antes de ser transferido para uma cela lotada e imunda, dividindo o espaço com mais 40 prisioneiros, muitos dos quais eram violentos.

O pastor Irani também foi submetido à violência física e pressão psicológica, além de sofrer espancamentos dos companheiros de cela e autoridades da prisão, bem como ameaças de morte.

Em fevereiro de 2014, ele passou com sucesso por uma cirurgia para tratar complicações no estômago e no cólon.

Pedidos de oração

Diante de tamanha violência e privação da liberdade de expressão religiosa, a Portas Abertas lançou alguns pedidos de oração:

- Ore para que o pastor Irani e sua família recebam a presença e apoio do Senhor em meio a essa circunstância tão difícil;

- Peça para que o pastor experimente a cura física de Deus durante esse tempo de prisão;

- Clame por oito cristãos iranianos que permanecem desaparecidos, para que o Senhor os proteja e lhes dê paz;

- Interceda pelos cristãos presos no Irã, para que eles sejam tratados com respeito e dignidade, como seres criados à imagem de Deus;

- Apresente ao Senhor todos os funcionários envolvidos no caso de cristãos presos, para que eles ajam com justiça, aprendam sobre Jesus e escolham segui-lo.


Fonte: Portas Abertas

você pode gostar de:

evangelico
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

BRASILEIRÃO

Tabela gerada por Central Brasileirão

PREGAÇÕES

Loading...
Loading...